Quadro Saúde Mental

Sono precário traz vários malefícios ao seu dia

Caro leitor, você sabia que a falta de qualidade do sono pode resultar em vários sintomas durante o dia, como problemas na memória, dificuldade de raciocínio, diminuição da capacidade de concentração, alterações no humor, irritabilidade e aumento dos níveis de estresse.

Pois é! E na maioria dos casos, não há necessidade de fazer uso de medicações para dormir. Basta adotar determinadas medidas que garantam a qualidade do sono, visando criar um ambiente favorável, que estimule uma noite relaxante capaz de repor as energias para o dia seguinte.

Os especialistas recomendam várias medidas. Citarei, a seguir, uma relação das principais:

Procure dormir e acordar sempre no mesmo horário, inclusive nos finais de semana.

Não coma muito, nem tome grandes quantidades de líquido na hora de dormir. Faça, no máximo, uma refeição leve cerca de duas antes do seu horário habitual de ir para a cama, evitando temperos picantes e alimentos gordurosos.

Evite nicotina e cafeína, pois são substâncias estimulantes.

Pratique exercícios regularmente. Atividades aeróbicas aumentam o grau de relaxamento do corpo durante o sono. Mas atenção: os exercícios devem ser feito no mínimo duas horas antes do seu horário habitual de dormir. Praticar exercícios imediatamente antes de ir para cama pode dificultar a chegada do sono.

Transforme seu quarto em um ambiente propício para o sono: ele deve ser fresco, escuro, calmo e confortável.

Durante o dia, se quiser descansar, tire uma soneca de no máximo 1 hora – e nunca após as 3 horas da tarde.

Se você trabalha em turnos à noite, procure deixar o quarto o mais escuro possível durante o dia. Isso permitirá um melhor ajuste do seu relógio interno.

O travesseiro e o colchão devem ser bem confortáveis.

Mantenha uma rotina relaxante antes do horário de ir para a cama. Por exemplo: tome um banho morno, leia um livro ou ouça uma música relaxante. Estas atividades, quando feitas à meia luz, estimulam a produção de hormônios relaxantes e preparam o corpo para uma boa noite de sono.

Assim que sentir o sono se aproximando, deite-se na cama e apague as luzes. Se você não estiver dormindo após 30 minutos, levante-se e retome alguma atividade relaxante. Volte para a cama quando estiver sentindo sono novamente. O importante é não ficar agonizando na cama, angustiado por não estar dormindo – isto apenas afastará mais o sono.

Comprimidos para dormir devem ser utilizados apenas como último recurso. Converse com seu médico antes de tomar qualquer medicação sedativa.

Na hora de acordar, espreguice bastante, abra as cortinas ou as janelas e permita que o sol invada o quarto. Isso estimulará a produção dos hormônios que mantém o corpo no estado de vigília.
Se, uma semana após adotar as recomendações apropriadas, você ainda não estiver conseguindo dormir, procure seu médico: você pode estar sofrendo de algum tipo de distúrbio do sono, ou pode estar apresentando uma patologia psiquiátrica, como a depressão, a ansiedade ou outro transtorno, que tem a insônia como um sintoma.

E para finalizar, lembre-se: identificar e tratar corretamente estes problemas é essencial para lhe garantir uma boa noite de sono.

Audio clip: Adobe Flash Player (version 9 or above) is required to play this audio clip. Download the latest version here. You also need to have JavaScript enabled in your browser.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>