Quadro Saúde Mental

Um novo projeto contra o crack

Ganhou destaque na última semana uma nova iniciativa da prefeitura de São Paulo para o tratamento e reabilitação dos usuários de “drogas”. Trata-se de um projeto para dar moradia, trabalho remunerado e treinamento profissional a dependentes químicos. O alvo são os dependentes que vivem ou passam pela Cracolândia, uma área degradada, no centro da cidade, em que se consome crack pelas ruas.
A prefeitura Paulista espera transferir os cerca de 400 viciados que vivem em barracos para hotéis e oferecer a eles trabalhos como cuidar de parques públicos, além de treinamento.
O tema é de interesse nacional. Segundo a Fundação Instituto Oswaldo Cruz (Fiocruz), há 370 mil usuários de drogas nas capitais brasileiras -40% deles vivem nas ruas.
Dar trabalho e moradia a usuários de drogas vai ao encontro do que a Organização das Nações Unidas (ONU) defende para combater o vício. Em grande parte dos casos, o consumo de entorpecentes também é causado pela desconexão com a sociedade. Para abandonar o vício, o doente precisa formar um novo círculo social. Para não depender indefinidamente do amparo do Estado, precisa de impulso para voltar ao mercado de trabalho.
E a partir de agora vamos aguardar e observar os resultados dessa iniciativa. O sucesso ou fracasso desse programa poderá inspirar outras capitais brasileiras, já que o problema, infelizmente, tornou-se nacional.

Audio clip: Adobe Flash Player (version 9 or above) is required to play this audio clip. Download the latest version here. You also need to have JavaScript enabled in your browser.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>