Quadro Saúde Mental

Química do cérebro explica por que o fumante fica triste ao parar de fumar

Um dos sintomas mais comuns de quem para de fumar é a sensação de tristeza. Isso acontece por que ao parar bruscamente de consumir cigarros, o cérebro começa a liberar uma proteína responsável por essa sensação. A descoberta foi realizada por uma pesquisa do Centro de Dependência e Saúde Mental do Canadá, divulgada nessa semana no Archives of General Psychiatry, que é um importante periódico no mundo da Psiquiatria.

Segundo esse estudo, o abandono do cigarro leva ao aumento das proteínas do cérebro relacionadas à alteração de humor, chamadas Monoaminas Cerebrais. Essas proteínas agem retirando substâncias químicas do cérebro, como a Serotonina, que cria a sensação de bem estar. Ou seja, no fumante, quando os níveis dessa proteína estão muito elevados, o processo de remoção da Serotonina está bastante ativo, fazendo com que as pessoas se sintam tristes.

Esse estudo nos mostra que compreender a sensação de tristeza durante a abstinência do cigarro é muito importante, uma vez que essa sensação torna difícil o processo pelo qual as pessoas estão passando, ao parar de fumar, especialmente nos primeiros dias. E isso reforça a tese de que o tabagismo pesado estar muito associado com o Transtorno Depressivo.

Audio clip: Adobe Flash Player (version 9 or above) is required to play this audio clip. Download the latest version here. You also need to have JavaScript enabled in your browser.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>