Quadro Saúde Mental

Esquizofrenia apresenta sintomas negativos e positivos

Há, basicamente, dois tipos de sintomas mais comuns da esquizofrenia: os produtivos e os negativos. Os sintomas produtivos são os delírios e as alucinações. O delírio se caracteriza por uma visão distorcida da realidade. O mais comum, na esquizofrenia, é o delírio persecutório. O indivíduo acredita que está sendo perseguido e observado por pessoas que tramam alguma coisa contra ele. Pode imaginar, por exemplo, que instalaram câmeras de vídeo em sua casa para vigiá-lo

Já as alucinações caracterizam-se por uma percepção que ocorre independentemente de um estímulo externo. Por exemplo, o doente pode escutar vozes que ninguém mais escuta, ou ver pessoas que ninguém mais vê;

No outro extremo, estão os sintomas negativos da doença, que se caracterizam por diminuição dos impulsos e da vontade, por empobrecimento afetivo, e pela perda da capacidade de entrar em concordância com o ambiente. Geralmente os indivíduos com esquizofrenia parecem não exprimir nenhum tipo de afeto ou de sentimento. Muito comum também eles viverem isolados da sociedade e não possuem amigos.

Cerca de 80% das esquizofrenias começam com os sintomas negativos. Isso significa que as primeiras manifestações da doença são marcadas, principalmente, pelo isolamento social e pela perda da capacidade de ter afeto. O perigo disso é que esses sintomas iniciais são muito parecidos com os sintomas de depressão, e por isso, não raramente, o esquizofrênico pode ser diagnosticado como portador de uma simples depressão, e essa doença passar desapercebida.

Audio clip: Adobe Flash Player (version 9 or above) is required to play this audio clip. Download the latest version here. You also need to have JavaScript enabled in your browser.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>