Quadro Saúde Mental

Consumo de drogas avança nas escolas

O consumo de drogas entre adolescentes se eleva a cada ano que passa, com um incremento no número de dependentes químicos e o consequente aumento da oferta de entorpecentes por parte dos traficantes. Os estudantes dos ensinos fundamental e médio são os alvos preferidos dos criminosos.

O último levantamento feito pela Secretaria Nacional Antidrogas (Senad), órgão vinculado ao Ministério da Justiça, mostrou que um terço dos 2.425 jovens entrevistados nas redes pública e particular (31,6%), consumiu drogas pelo menos uma vez. Do total de crianças e adolescentes ouvidos no estudo, 1,1% admitiu o uso frequente. Entre os que confirmaram ter experimentado pelo menos uma vez na vida, 32,2% eram do sexo feminino e 30,8%, homens. O estudo mostrou ainda que 10,2% tinham entre 10 e 12 anos. E 51,3%, entre 16 e 18 anos.

Segundo dados da Organização Mundial de Saúde (OMS), em todo o mundo, há mais de 200 milhões de usuários de drogas, sendo que 40 milhões são dependentes.

Diante disso, o Ministério da saúde tem focado a Prevenção como uma intervenção central a ser desenvolvida na abordagem com os adolescentes. Apesar de saber-se que há dificuldade de lidar com essa temática em sala de aula, é fundamental sensibilizar professores da importância de dialogar sobre o tema com seus alunos. A escola tem que incentivar o espírito crítico, e todo o grupo da comunidade escolar, pais e amigos da escola devem ser orientados sobre o perigo do consumo de drogas.

Audio clip: Adobe Flash Player (version 9 or above) is required to play this audio clip. Download the latest version here. You also need to have JavaScript enabled in your browser.

Para mais informações ouça o áudio ou acesse www.psiquiatriaavançada.com.br

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>