Todos posts em Notícias

Tenha mais qualidade de vida praticando Yoga

xtenha-mais-qualidade-de-vida-praticando-yoga

Conheça mitos e verdades sobre a técnica

Com certeza você já ouviu falar muito sobre a yoga, uma técnica que ajuda na meditação e no equilíbrio do corpo e da mente. Muitos famosos como Alanis Morissette, Fernanda Lima, Nelson Freitas e Juliana Didone dizem ser amantes da yoga. Os praticantes afirmam que os movimentos promovem ampla sensação de estar bem consigo mesmo, o que ocasiona uma segurança maior para realizar até as atividades normais do dia a dia.

“A força e a flexibilidade são os destaques dessa modalidade, que promove melhorias no sistema respiratório e auxilia na prevenção de doenças cardiovasculares, estresse e ansiedade. As pessoas que praticam yoga aparentam mais disposição e animação”, conta Sânio Gomes, professor de yoga do Centro de Bem-Estar e Fisioterapia Levitas.

Existem diversas modalidades de yoga e a partir daí foram surgindo diversos mitos sobre o assunto. Para você que quer conhecer a técnica, relaxar e melhorar o seu condicionamento físico, mas não sabe o que é mito e o que é verdade sobre ela, esclarecemos alguns pontos para você.

Mais

Felicidade na infância

Um estudo da London School of Economics (LSE) afirma que estabilidade emocional no lar tem mais influência na felicidade futura de crianças, lá na vida adulta, do que dinheiro ou um bom desempenho acadêmico.

O estudo entrevistou mais de 9 mil pessoas nascidas na Grã-Bretanha em diversas situações sociais.

Essas pessoas foram acompanhadas até os 34 anos de idade, e vários dados de sua trajetória foram analisados, como renda familiar, histórico de trabalho, e mesmo a ficha criminal. A partir dessas análises, foram avaliados os níveis de felicidade entre a população britânica.

Os pesquisadoras concluíram que a “saúde emocional” na infância esteve no topo da lista de fatores determinantes para uma vida feliz no futuro.

O histórico acadêmico ficou em último lugar.

A renda familiar foi responsável por apenas 1% de variação nos índices de felicidade expressados pelas pessoas estudadas, enquanto a “saúde emocional” na infância responde por 6%.

A partir destes achados, ouvintes, este estudo apenas comprova aquilo que há muitos anos vários autores da área da saúde mental vêm afirmando: o que mais importa na vida de uma criança é carinho, afeto, cuidados adequados, atenção, e uma família estável.

Audio clip: Adobe Flash Player (version 9 or above) is required to play this audio clip. Download the latest version here. You also need to have JavaScript enabled in your browser.

Mais